Cumprir o prometido é uma questão de caráter
27/07/2012
Editorial_3

Um estudo revelou que a maioria dos eleitores não se lembra em quem votou para vereador. Por que? Porque não consideram importante esse tipo de eleição e não sabem exatamente o que faz um vereador.

O vereador é um fiscal da administração pública. Aprova leis nos segmentos dos transportes (ônibus, taxis e vans), coleta de lixo, manutenção das ruas, ordem pública, ocupação do solo, gabaritos, proteção do patrimônio histórico-cultural, fiscalização sanitária, hospitais, clínicas da família, escolas municipais etc.

O vereador tem que saber como está sendo usado cada centavo do dinheiro gasto pelo prefeito. Isso se chama transparência pública.

Meu saudoso irmão, Átila Nunes Neto, que fez sua passagem em março desse ano, vítima de câncer, repetia sempre que não era vereador, e sim, estava vereador, porque sabia que tinha recebido apenas uma delegação do povo carioca.

E ele tinha razão: nós somos escolhidos para representar cidadãos que confiam em nossos compromissos de campanha. Eleitores são pessoas que esperam não se decepcionar.

Meu pai, o deputado estadual Átila Nunes, tem uma das maiores produções legislativas do Brasil, a maior do Estado do Rio. Com ele, aprendi que ser fiel aos compromissos assumidos é uma questão de caráter.

O Rio tem atravessado uma boa fase de obras, mas não há como negar que vários bairros têm ruas pouco iluminadas, carências na área da saúde, da educação, da limpeza pública, dos transportes e do trânsito, cada vez mais caótico.

Nossa cidade terá oportunidades como poucas cidades do mundo tiveram na sua história. São megaeventos que vão custar uma fortuna. A Prefeitura se endividará por anos. E quem vai pagar a dívida deixada pela Copa e as Olimpíadas seremos nós, cariocas.

É vital que esse investimento retorne em benefícios permanentes para o Rio. Não podemos repetir os erros anteriores, de eventos que custaram uma fortuna e não deixaram legado significativo para o carioca.

E quando falo de legado, falo de benefícios permanentes que tornem civilizados, por exemplo, o trânsito e os transportes públicos. Legado é garantir uma cidade segura para as próximas gerações. É transformar nossos hospitais, postos de saúde e escolas em equipamentos decentes.

Aí sim, poderemos dizer que valeu a pena sediar a Copa e as Olimpíadas.

E quem vai monitorar esses investimentos serão os vereadores. Por isso, a composição da próxima Câmara Municipal será fundamental para os cariocas. Os vereadores fiscalizarão se esses investimentos voltarão em benefícios permanentes.

Como economista, jornalista e radialista, atuando no serviço Em Defesa do Consumidor e no programa Reclamar Adianta, na Rádio Bandeirantes, adquiri a experiência e a percepção do que o cidadão carioca deseja.

Trago um nome de uma família espiritualista que luta contra a intolerância, contra o preconceito, contra a discriminação. Com a ajuda de Deus, vou dar continuidade ao extraordinário trabalho do meu saudoso irmão, Átila Nunes Neto, como vereador.

E o meu primeiro passo é assumir publicamente meus compromissos de como me comportarei como vereador. E cumprir esses compromissos é uma questão de caráter.

Nenhum comentário foi publicado até o momento

Deixe seu comentários

Receba Atualização
  • * = campo obrigatório

    powered by MailChimp!