O meio ambiente nas nossas mãos: a coleta seletiva
29/08/2012
coleta_seletiva

Dá trabalho? Dá. Você vai perder uns minutinhos a mais do seu dia? Vai. Mas vale à pena. O ideal é que ocorra uma conscientização em massa da importância desse ato e da responsabilidade que cada um tem nas mãos. Mas, evidentemente, não basta acusar a falta da cultura da responsabilidade ambiental sem oferecer a viabilidade para o indivíduo exercer sua cidadania. Separar o lixo, por exemplo, parece uma ação inútil quando as ações de coleta são tão precárias. Para se ter uma noção, a Comlurb separa apenas 0,27% das quase 9 mil toneladas coletadas diariamente.

Muito se fala em sustentabilidade sem que os pilares mais básicos para a organização de ações populares sejam viáveis. Especificamente para a nossa cidade, isso significa que precisamos criar leis e projetos que façam com que as pessoas não sejam dificultadas ao querer fazer parte dessa mudança. Falta promover à Comlurb condições no trabalho da coleta seletiva, investir em indústrias de reciclagem, incentivar a transformação nas classes de educação infantil nas escolas de itens enviados para o lixo em algo reutilizável.

Não se pode dizer que a responsabilidade está unicamente nas mãos do cidadão enquanto não for oferecido a ele formas de ajudar. A responsabilidade é nossa: tanto do governo quanto do cidadão.

1 comentários

  1. Hamilton Gomes da Cunha disse:

    Sou Presidente do Diretório municipal do PSL em Silva Jardim e gostaria de receber as matérias a respeito das ações em defesa do consumidor e meio ambiente, para que posso estabelecer uma posturar de crescimento e vanguarda para o PSL no meu Município.

    Desde já, agradeço pelo atenção dispensada.

    Hamilton Cunha.

Deixe seu comentários

Receba Atualização
  • * = campo obrigatório

    powered by MailChimp!